domingo, 22 de abril de 2007

Entrevista com a filha de Billy Graham.

A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e a apresentadora Jane Clayson perguntou a ela:

Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro, a destruição das torres gêmeas, matando milhares de vidas?
Anne Graham deu uma resposta extremamente profunda e sábia. Ela disse:
Eu creio que DEUS ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós. Por muitos anos nós temos dito para DEUS não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas. Sendo um cavalheiro como DEUS é, eu creio que Ele calmamente nos deixou. Como poderemos esperar que DEUS nos dê a Sua bênção e Sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco? À vista dos acontecimentos recentes...ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc. Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O' Hare (que foi assassinada e seu corpo encontrado recentemente), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.
Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas... A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, não devemos roubar, e devemos amar o nosso próximo como a nós próprios. E nós concordamos.
Logo depois, o Dr. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua autoestima (O filho do Dr. Spock cometeu suicídio). E nós dissemos: "um perito nesse assunto deve saber o que está falando", e então concordamos com ele.
Depois alguém disse que os professores e os diretores das escolas não deveriam disciplinar os nossos filhos quando eles se comportassem mal. Os administradores escolares então decidiram que nenhum professor em suas escolas deveria tocar em um aluno quando se comportasse mal, porque não queriam publicidade negativa, e não queriam ser processados. (Há uma grande diferença entre disciplinar e tocar, bater, dar socos, humilhar e chutar, etc.) E nós concordamos com tudo.
Aí alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem, e que nem precisariam contar aos pais. E nós aceitamos essa sugestão sem ao menos questiona-la. Em seguida algum membro da mesa administrativa escolar muito sabido disse que, como rapazes serão sempre rapazes, e que como homens iriam acabar fazendo o inevitável, que então deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas quantas eles quisessem, para que eles pudessem se divertir à vontade, e que nem precisaríamos dizer aos seus pais que eles as tivessem obtido na escola. E nós dissemos, "está bem".
Depois alguns dos nossos oficiais eleitos mais importantes disseram que não teria importância alguma o que nós fizéssemos em nossa privacidade, desde que estivéssemos cumprindo com os nossos deveres. Concordando com eles, dissemos que para nós não faria qualquer diferença o que uma pessoa fizesse em particular, incluindo o nosso presidente da República, desde que o nosso emprego fosse mantido e a nossa economia ficasse equilibrada. Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia, e uma apreciação natural da beleza do corpo feminino. E nós também concordamos. Depois uma outra pessoa levou isto a um passo mais adiante e publicou fotos de crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição na Internet. E nós dissemos, "está bem, isto é democracia, e eles têm direito de ter a liberdade de se expressar e fazer isso".
A indústria de entretenimento então disse: “Vamos fazer shows de TV e filmes que promovam profanação, violência e sexo ilícito. Vamos gravar música que estimule o estupro, drogas, assassínio, suicídio e temas satânicos." E nós dissemos: "Isto é apenas diversão, e não produz qualquer efeito prejudicial. Ninguém leva isso à sério mesmo, então que façam isso!" ∙ Agora nós estamos nos perguntando por que nossos filhos não têm consciência, e por que não sabem distinguir entre o bem e o mal, o certo e o errado, por que não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...
Provavelmente, se nós analisarmos tudo isto seriamente, iremos facilmente compreender que nós colhemos exatamente aquilo que semeamos!
Se uma menina escrevesse um bilhetinho para DEUS, dizendo: "Senhor, por que não salvaste aquela criança na escola?"
A resposta Dele seria: "Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!" Do Seu DEUS.
É triste como as pessoas simplesmente culpam DEUS e não entendem por que o mundo está indo a passos largos para o inferno. É triste como cremos em tudo que os jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia nos diz. É triste como todo o mundo quer ir para o céu, desde que não precise crer, nem pensar ou dizer qualquer coisa que a Bíblia ensina.
É triste como alguém diz: "Eu creio em DEUS", mas ainda assim segue a Satanás, que por sinal, também "crê" em DEUS. É engraçado como somos rápidos para julgar, mas não queremos ser julgados! Como podemos enviar centenas de piadas pelo e-mail, e elas se espalham como fogo, mas quando tentamos enviar algum e-mail a respeito de DEUS, as pessoas têm medo de compartilhar e reenvia-lo a outros! É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na Internet, mas uma discussão pública a respeito de DEUS é suprimida rapidamente na escola e no trabalho. É triste ver como as pessoas ficam inflamadas a respeito de CRISTO no domingo, mas depois se transformam em cristãos invisíveis pelo resto da semana.

Que DEUS nos abençoe e tenha misericórdia de nós!!!

13 comentários:

Thiago_Holanda disse...

Interessantíssimo este material! Realmente mostra-se muito sábia,esta mulher,ao referir os exageros americanos como culpa por suas atuais
"demonstrações de horror diárias".Mais um significativo comentário para entendermos a história de um país que referia-se e ainda se refere,eu acredito, evangélico.

Francine disse...

muito boa essa entrevista.Adorei!

Maurício disse...

É realmente lamentável termos que encarar a atual realidade sem ao menos termos a decência de nos perguntarmos: O que estamos fazendo conosco?.
SENHOR perdoai-nos, pois ainda não aprendemos a assumir nossas responsabilidades.

╰☆╮F®ÅNciєℓyღ εїз* disse...

Puxa vida, eu, EU, eu, particularmente EU... não concordo com tudo que está escrito aí, sobre esta resposta de Anne. Talvez devido as informações que carrego. Mas é triste porque eu odeio discordar de alguém.

Mas se minha opinião valer poderá lê-la abaixo.

***

Eu discordo, deste, porque:
Ao ler me parece que é um texto generalizado por mais que seja americano e se trate de Estados Unidos da América.
E como estudei muitos idiomas eu acabei tendo um vasto conhecimento sobre mundo, então eu (eu) achei mal explicado, mal escrito... Eu sei bem o quanto não podemos generalizar um assunto tão sério assim.

'Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas...'

Então quer dizer que se tivéssemos dito pra Deus interferir nada teria acontecido naquele dia (11 de setembro)?
Mas mesmo assim até aí tudo bem, entendo.

Mas... 'nós exigimos que Ele não se envolvesse mais conosco?'

Não é bem assim! E mesmo que ela tivesse dito isso para quebrantar alguns corações estaria sendo um desrespeito com outros diversos corações.

Deus está fazendo a vontade Dele! Porém o mundo não jaz no maligno (?) Deus reina com o diabo (?) Podem existir 2 reinados (?)
Se Ele não faz acepções de pessoas então fica lógico que Ele já não tem mais nada a ver com isto. Ele teve no início quando foi rejeitado, mas depois disto tudo foi consequência. Hoje já é uma consequência desse ontem.

Porque o que eu vou dizer, às pessoas ou, desses países e escolinhas que são pais, mães e muitas vezes cristãos fervorozos, e mesmo assim passam por horrores, são assassinados e apresentam diversos problemas. Mais do que tanta gente aí a fora que já se envolve com Deus e mesmo assim acontece tanta coisa ruim, tem lógica isso?

Se engana quem pensa que pais cristãos orando fervorozamente nas igrejas livram seus filhos de maus atos. Isso é religião, e religião não salva.
Eu como humanista entendo isso como questão de caráter. E quantos homens já eram de bom caráter sem conhecer a Deus? E foi isto que os fez serem chamados, por Deus, para as obras. Deus viu que o coração era bom!

Tudo bem a Anne atribuir os maus acontecimentos com a falta de Deus, o problema é falar isso de maneira tão vaga e leiga.

Então só porque Madalyn Murray O'Hair disse que não era mais pra orar nas escolas ninguém o faz? Simples assim? E todo o estado aderiu numa boa?

Anne atribui as desgraça da falta de Deus às pessoas. Isso é coisa que uma cristã faça? Mas nem divulgar um texto desse eu tenho coragem, se isso não é julgar eu não sei o que é, sinceramente.

Madalyn foi assassinada sim mas será que todos que divulgam isso aí sabe o porque?... juntamente com seu filho e sua neta. Que Deus quer isso?
E falar do assassinato entre parênteses (tbm vi nos e-mails) fica como se Deus tivesse se vingado por conta desse comentário (eu já vi alguns evangélicos que pensam assim: quem fala de Deus morre). Pra que destacar isso?
Isso foi um "ideal" para Madalyn não uma proibição. Quem a Anne afirma que, na época, concordou com isso?
(e nós concordamos com isso) Nós? Nós quem? Ela?

E será que alguém sabe que há décadas a Madelyn vinha enfrentando lendas, na família, de pessoas maldosas que afirmam que ela, só por ser ateísta, estaria tentando tirar rádios e programas televisivos que falavam sobre Deus? Ser ateísta não quer dizer muita coisa visto que eu sei de muita gente que se tornou cristão depois. Agora imagine, gente que "acredita em Deus" querer derrubar a mulher?
Ela foi sequestrada e assassinada juntamente com sua família... Tudo bem que ela era considerada uma pessoa má, mas... (para que o mal prevaleça, basta que os bons não façam nada)

***

╰☆╮F®ÅNciєℓyღ εїз* disse...

...
Não... eu me preocupo muito com a forma com que as pessoas usam a linguagem. A falta de explicação gera incompreensão e má fé.
Eu posso até ter entendido ela, mas ficou muito ruim a forma com que colocou. O início logo começa dizendo para não culpar a Deus, porém acaba ela culpando Deus (do mesmo jeito) por ter que fazer todo mundo feliz se agissemos da maneira a qual julga correta. E foi isso que fiquei sem entender.
Essa é a verdade dita na tv americana?

E gente, Benjamim Spock estaria errado por pregar mais amor, afeto e compreensão aos filhos?
Na década de 60 os pais se tornaram mais tolerantes por conta de seus livros. Talvez nós estejamos colhendo isso, para nossos filhos, graças a ele. Ele abriu caminhos de maior compreensão às crianças, que até então não existia. A maioria dos pais ignoravam as vontades de seus filhos por não entendê-los.
E quem foi que disse que o filho dele se suicidou, os dois ainda são vivos.
(por isso que eu não sei não se esse texto aí foi dito por Anne mesmo, nunca vi este vídeo. e como que os cristãos o aceitam sem ao menos fazer uma pesquisa rápida?)

E Deus quer que eu passe isso adiante?
Sem comentários...

Espero ter sabido me expressar. Desculpe! Eu só pretendo agora divulgar a não verdade deste texto.

Um abraço
F.



***
Abraço da Fran

... e não deixe de visitar os blogs:
http://franpage.blogspot.com
http://franpagedois.blogspot.com
http://a-biblia.blogspot.com

***

AD VILA SABRINA disse...

Prezados irmãos, paz do Senhor. Meu nome é Júnior, sou pastor da AD Vila Sabrina e achei muito interessante o texto. Tomei a liberdade de publicá-lo em nosso blog citando a fonte. Caso tenham alguma objeção, manifestem-se. Agradeço pela atenção e parabéns pelo blog.

missoes disse...

É REALMENTE A REALIDADE EM QUE VIVEMOS, AS PESSOAS QUE NÃO CONHECEM AS ESCRITURAS NÃO CONSEGUEM ENXERGAR QUE AS COISAS SÓ ACONTECEM POR PERMISSÃO DE DEUS, E POR NÃO CONHECER A DEUS DE FORMA SOBRENATURAL JAMAIS IRÃO PERCEBER QUE A DEUS DEVE SER DADO TODA HONRA TODA GLORIA E TODO LOUVOR. DEVEMOS CORRIGIR NOSSOS FILHOS, ASSIM COMO DIZ AS ESCRITURAS CORRIGIR COM VARA AQUELE QUE AMAM, PARA QUE NO FUTURO NÃO VENHAM PERECER, A BIBLIA É O LIVRO DOS LIVROS E DEVE SER LIDO EM NOSSO DIA A DIA PRA QUE POSSAMOS ESTAR FIRMES RESISTINDO A TUDO E SUPORTANDO COM FORÇA O QUE VEM A NOS AFLINGIR, ENFIM DEUS É SOBERANO E MERECE TODA HORA GLORIA E LOUVOR...

Anônimo disse...

Nossa, eu adorei o texto. A serenidade da resposta. Tudo o que me fez refletir. Passei adiante agora mesmo. É preciso que nós motivemos essa reflexão no mundo inteiro.

Pena que tem gente que complica muito o que é simples e verdadeiro.

Wilton Vieira Rodrigues disse...

É fato de que os acontecimentos que vem se sucedendo dentro da hu manidade tem tudo a ver com as sábias palavras dessa moça, temos que rever várias permissas que pessoas ditas doutores, sábios, excelencias, presidentes e etc... o homem tem errado muito e as forças malígnas são fortes e usam os homens para se beneficiar ... O exemplo mais certo é a passagem na Bíblia A TENTAÇÂO DE JESUS :
Lucas 4.1-13
3- E disse-lhe o diabo -- Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão. ( Pois JESUS estava a vários dias sem comer e beber ).
E JESUS lhe respondeu, dizendo: Escrito está que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de DEUS. Amém

Anônimo disse...

Mudarão algumas coisas nesse texto. No final ela não fala do DOMINGO, e sim do SÁBADO.

Anônimo disse...

Dt 30:19,20
Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,
Amando ao Senhor teu Deus, dando ouvidos à sua voz, e achegando-te a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; para que fiques na terra que o Senhor jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque, e a Jacó, que lhes havia de dar.

Pv 8:32-36
Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão
os que guardarem os meus caminhos

Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis.
Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.
Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor.
Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.

Anônimo disse...

Franciely,Deus nos deu livre arbítrio justamente para NÓS fazermos nossas escolhas. NÓS decidimos o que queremos fazer de nossas vidas, Deus não obriga ninguém a segui-lo ou obedece-lo, isso parte de nós para com ele. Se o mundo está caótico é porque temos responsabilidade sobre isso, nossos atos, nossas escolhas, nossos pensamentos, a maneira como estamos nos deixando corromper por coisas banais, as vezes nem percebemos que estamos abrindo a porta para o maligno. Deus nos ama de tal maneira que, entregou seu filho por todos nós, para sermos perdoados por nossos pecados, a escolha é sua! Deus nos deixou livres para optar qual caminho queremos tomar, e só existem dois caminhos: bem ou mal. não existe meio termo, mas de uma coisa eu tenho certeza, Deus ama a todos dessa terra, porém Deus também é justiça, e somos julgados conforme nossas obras, se a humanidade não se voltar para Deus ele não pode agir em nossas vidas. Para Deus entrar ele tem que ser convidado, a pessoa precisa querer aceita-lo, é uma escolha, e sem Deus não a salvação para essa terra, sem Deus não haverá paz!!!

Anônimo disse...

Realmente, os filhos dele estão vivos; Quem cometeu suicídio foi o neto dele, se atirou do telhado do museu em Boston.
O fato não é este em questão, creio que o maior problema nem foi gerado por ele, mas pelo que ele tentou passar que foi em certo ponto aumentado ou distorcido.
Ao ponto de pais não terem o controle e nem poder exigir algo a mais dos seus filhos, eu recebi inúmeras palmadas da minha mãe quando pequeno e isso não me fez ser retardado ou ter problemas com minha vida... pelo contrario, me deu estrutura de vida e principalmente construiu meu caráter.
Este é um assunto realmente muito polêmico, existem muitas vertentes a serem consideradas e avaliadas as experiências individuais, que realmente demoraria muito tempo e longas horas em frente ao computador.
Creio que muitas falhas em nossa sociedade hoje, com certeza é fruto de famílias que se desestruturaram e perderam o foco original; E cada vez vamos ver mais, pois abolimos de nossas vidas leis e princípios que nos faziam serem "bons"...
Mas estamos em um país livre...